House of night
Bem Vindo ao Fórum de RPG da Casa da Noite, um fórum totalmente português, em que podes viver a vida de um iniciado ou de um vampyro!
A saga "A Casa da Noite" foi criada por Kristin e P. C. Cast e apresenta-nos um mundo onde os vampiros são aceites (não muito bem) pelos humanos e procuram viver em sociedade.
Regista-te, preenche a tua ficha de personagem e começa a jogar no RPG HOUSE OF NIGHT! Very Happy
Calendário
CALENDÁRIO

BROKEN ARROW, Tulsa

Inverno
Fevereiro 2015
Sol
14ºC
Chuva, Nevoeiro, possivelmente Trovoada!
Últimos assuntos
» fixa
Qui Jul 21, 2016 8:19 pm por Rosalie Anderson

» Pedidos de Mudança de Nome & Avatar
Sex Abr 08, 2016 5:33 pm por Claudius Bentley

» Circo de Broken Arrow
Ter Mar 29, 2016 11:00 pm por Roselune Penettiere

» Registo de Avatar
Sab Out 31, 2015 4:13 pm por Roselune Penettiere

» Registo de Orientador
Sab Out 31, 2015 12:08 pm por Ana Victoria Gomez

» Mudar de Espécie ou Ano
Sex Out 30, 2015 10:52 pm por Lisa White

» {Exterior} Cavalariças
Qui Out 08, 2015 8:26 pm por Carolina Canady

» [FP] Evangeline
Seg Ago 24, 2015 8:16 pm por Roselune Penettiere

» Cais
Sab Jul 04, 2015 9:21 pm por Roy Norris

» {R/C} Salão de Julgamentos
Qua Jul 01, 2015 9:05 pm por Moritz Gottier

EVENTOS!
EVENTOS!


BREVEMENTE

AULAS
Início: ...
Fim: ...
Horário: DIA 3
Local: Casa da Noite
Terceiranistas/Quartanistas: Português ou Espanhol (consoante a escolha)
Quintanistas/Sextanistas: Educação Física (QS1), Inglês (QS2), Sociologia Vampira (QS3)
Mais informações aqui.

2.ª CORRIDA ILEGAL
Início: ...
Fim: ...
Local: Rua dos Renegados
Mais informações aqui.

FANGTASIA - FESTA DE ABERTURA
Início: ...
Fim: ...
Local: Fangtasia - Brevemente disponível.
Anfitrião: Eric Northman
Vestuário: Provocador!


THE TALK SHOW
Início: ...
Fim: ...
Local: Broken Arrow TV
Apresentadores: Adam Cooper, Claire Clark, Hermione Blake, Jensen Cornish, Liam Brooks & Sarah Fenty
Vestuário: Formal

TORNEIO CÁLICE DE FOGO
Início: ...
Fim: ...
Local: Casa da Noite
Anfitriã: Miranda Kauffman

RITUAL DE PRIMAVERA
Início: ...
Fim: ...
Local: Casa da Noite
Anfitriões: Filhos das Trevas
Vestuário: Formal
STAFF

STAFF


STAFF
Carolina*
admin.
STAFF
Ana*
admin

STAFF

Nita*
admin.


STAFF

Alex*

mod.

STAFF

Andy*

colabgraf.
O NOSSO BUTTON
PARCERIAS


CLICA AQUI PARA TE AFILIARES




[FP] Cara Saroyan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Cara Saroyan

Mensagem por Cara Saroyan em Dom Dez 11, 2011 4:15 am

Sobre o Jogador
Nome do Jogador: Carolina
Idade: 16 anos.
Outras Personagens: Ver em STAFF.

Sobre a Personagem
Nome: Cara Ashwarya Saroyan Dolunei
Idade Aparente: 19 anos
Idade Real: 3623 anos
Espécie: Vampyros Azuis
Nacionalidade: Árabe
Filiação: Anthea Dolunei (filha), Annalynne Kloss (descendente dos Dolunei). Os restantes encontram-se todos mortos.
Dom, Poder, Afinidade:
Afinidade com a Terra: Uma vez que o povo de que Cara fazia parte era um povo que vivia muito da Terra e do que a Terra tinha para dar, quando foi marcada Nyx decidiu atribuir-lhe este dom.
Uma vez que a afinidade com a Terra é um dom muito amplo demorou algum tempo até que Saroyan aprendesse a controlá-lo. Quando Anthea nasceu este dom foi-lhe atribuído também a ela.
Poder de Cura: Consegue curar qualquer ferida, seja ela a nível físico, seja um dano a nível psicológico. Consegue também curar doenças crónicas e doenças congénitas, bastando-lhe agravar ou enfraquecer o vírus já existente. Ela pode fazer com que o vírus se multiplique com grande facilidade ou pode enfraquecê-lo de tal forma que este acabará por morrer e deixar a pessoa em plena saúde.
Controlo das Memórias e Registos de Informação: Funciona um pouco como nos vampyros vermelhos, mas Cara tem um controlo mais amplo das memórias de todos os seres vivos. Tanto manipula a mente de um humano, como de um vampyro, passando por iniciados e anjos caídos. Consegue cortar da memória das pessoas pequenos trechos da sua vida mas também consegue apagar grande parte das suas recordações, deixando-os confusos e sem saberem quem são e de onde vêm. Uma vez que use este seu poder, ninguém para além dela (ou claro, de Nyx, a deusa que lhe atribui o poder) conseguirá revertê-lo. Cara consegue também retirar memórias da cabeça das pessoas (e da dela) e guardá-las em frascos consigo, bastando despejá-las num pensatório sempre que as quiser rever.
Como adquiriu o poder: Enquanto humana, Cara foi uma curandeira, que conhecia os segredos mais ocultos da Medicina. Sabia curar qualquer tipo de ferida, utilizando apenas produtos naturais. Quando foi marcada, ela apercebeu-se de que essa capacidade lhe foi facilitada e ela conseguia curar até as doenças intratáveis. Durante muito tempo foi vista como uma deusa, porque com uma Medicina tão pouco desenvolvida, tratar uma constipação parecia um milagre.
Já a sua capacidade de controlar as memórias das outras pessoas e as suas próprias e a capacidade de controlar o seu metabolismo é algo completamente novo para ela. Foi algo que Nyx lhe deu quando mudou para vampyra, e que ela foi descobrindo e aperfeiçoando ao longo dos anos.
A sua afinidade com a Terra deve-se ao facto de o povo a que ela pertencia ser um povo que prezava muito a natureza e que vivia muito do que a Terra lhes dava.

Cargo que querem ocupar: -apenas para vampiros- (Colocar uma cruz no cargo pretendido:)
- [ ] Filhos de Erebus
- [ ] Orientadores
- [ ] Só Vampiro Vermelho
- [ ] Só Vampiro Azul
- [x] Membros do Alto-Conselho

Características Físicas: Cara é uma mulher com um porte soberano. É alta, com uma boa estrutura óssea e é uma mulher magra, mas não esquelética. Possui uns longos cabelos loiros e uns incríveis olhos azuis. Tem um aspeto muito jovem que em nada reflete o seu tempo de existência. As suas feições são severas mas ela perde essa seriedade quando sorri. As tatuagens estendem-se em padrões floridos mas abstratos, que fazem lembrar heras, à volta da sua meia-lua azul escura preenchida. Essas tatuagens, depois de concluir a mudança, emolduravam a face e chegavam-lhe apenas ao cotovelo, ocupando também os seus ombros. Atualmente estão espalhadas pelos seus dois braços até às mãos e estendem-se pela totalidade das suas costas.
Características Psicológicas: Cara tem dentro de si um lado doce e foi sempre uma pessoa sensata e justa, que lutava pelas causas em que acreditava. E foram essas suas características, juntamente com a sua experiência de vida, que levaram os vampyros do Alto-Conselho a aceitarem-na como membra. No entanto, com todos os séculos de existência, e depois do que sofreu às mãos do marido, deixou que a sua sede por vingança e a sua raiva tomassem conta dela e tornou-se uma pessoa um pouco mais negra. Tem dentro dela uma vontade louca de se vingar dos humanos, porque pessoalmente acha-os muito mais cruéis que os vampyros e pouco merecedores do conceito que lhes é associado de serem “humanos”. É essa vontade de se vingar e de “fazer justiça com as próprias mãos” que faz com que ela se desvie, por vezes, do caminho de Nyx. No entanto esse seu lado do bem permanece dentro dela e de vez em quando manifesta-se, especialmente se a filha estiver por perto. Preocupa-se muito com Anthea e quer sempre garantir que a filha tem orgulho na mãe que tem, por isso tenta ao máximo esconder o seu lado mais negro quando a filha está por perto, com medo que ela a interprete mal. Cara não é uma má vampyra, só tem dificuldades em mostrar o seu lado bom às pessoas.

História do Personagem: Nasceu na Arábia, numa altura em que o mundo não era o que é hoje. Nasceu numa tribo onde as mulheres eram vistas como escravas e como objetos e por isso a sua vida não foi nada fácil.
Trabalhou de sol a sol desde os seus cinco anos. E quando fez dez começou a ser ensinada pela sua mãe, para que quando esta falecesse Cara a substituísse e passasse a ser a curandeira da tribo. Durante a sua adolescência ela aprendeu todo o tipo de truques que eram passados de geração em geração e atualmente percebe imenso de plantas, flores, árvores e óleos que podem curar certas doenças.
Quando atingiu os seus dezasseis anos foi prometida a um dos homens mais poderosos da comunidade onde vivia. Claro que Cara nunca quis casar com tal homem, mas também nunca se atreveu a contestar a vontade do pai e por isso apareceu na cerimónia de bom grado e com um sorriso no rosto. Casou com ele, sem saber o que a esperava.
A sua mãe faleceu quando ela tinha dezassete anos e o seu pai foi logo a seguir, com apenas dois meses de intervalo, deixando-a entregue ao marido.
Foi por volta dessa altura que começaram as violações e as agressões. Sem a supervisão do seu pai o marido de Cara podia fazer aquilo que quisesse e começou a portar-se de maneira violenta. Naquela altura o conceito de violência doméstica praticamente não existia e um homem a bater na mulher era tão natural como respirar, no entanto as mulheres já sentiam o quão difícil era fazer parte do sexo fraco.
Numa das noites em que Cara foi violentada e violada pelo marido, acabou por engravidar e passados nove meses nasceu uma menina de cabelos loiros e olhos azuis, que mais parecia uma boneca.
Por mais medo que Cara tivesse de ser apanhada a fugir do marido, nada ultrapassava o receio que ela tinha de a sua filha passar pelo mesmo que ela. E porque amava muito a menina escolheu uma noite de lua cheia e levou-a para longe dali. Naquela altura não haviam carros por isso teve de pedir a um dos homens do seu marido que a levasse. Felizmente o senhor, que sabia bem o que a mulher passava, concordou em ajudá-la e transportou-a a ela e à pequena Anthea numa carroça, levando-as para uma terra pouco povoada, perto da sua antiga casa, mas onde o marido nunca conseguiria encontrá-las.
Cara foi marcada por um vampyro adulto apenas alguns meses depois se ter estabilizado com a filha naquela aldeia e como não haviam nenhuns registos de criaturas sobrenaturais, na altura ela ficou sem saber o que lhe estava a acontecer. Com medo do que podiam pensar quando vissem a meia-lua que tinha na cabeça voltou a pegar em Anthea e fez-se de novo à estrada, desta vez viajando para Norte. Foi por esses lados, depois de alguns dias a caminhar, que conheceu dois vampyros que lhe explicaram tudo sobre a sua espécie e sobre o que se estava a passar com o seu corpo. A princípio Cara não quis acreditar, mas quando lhe deram sangue a beber ela ficou surpresa ao perceber que o gosto salgado e metálico lhe sabia bem ao paladar.
Os dois concordaram em acolher Cara e a sua filha, com a condição de que, enquanto as duas lá vivessem, Cara ajudasse no negócio da família. Elas por lá ficaram durante quase quatro anos, o tempo que ela demorou a concluir a mudança, com ajuda dos dois vampyros.
Sendo Cara, na altura, uma vampyra inexperiente e com uma sede de sangue acima da que os vampyros da atualidade têm quando acabam de se formar, foi forçada a deixar Anthea a um casal de humanos das redondezas, que garantiria que a menina cresceria saudável e num ambiente estável. No entanto, como mãe responsável que era, Cara não conseguiu ir para muito longe e de quinze em quinze dias voltava ao seu antigo lar, para observar o desenvolvimento da pequena.
Quando Anthea tinha já dezasseis anos, naquela altura já considerada uma mulher, abandonou a casa dos pais adotivos e Cara deixou de a visitar. Só voltou a encontrá-la cerca de dez anos depois, quando esta já tinha virado vampyra. Foi aí que contou a verdade à filha, que não duvidou nem por um segundo do que ouvia. Mesmo Cara tendo pedido à filha que ficasse com ela, Anthea preferiu viajar pelo mundo, encontrando a mãe apenas ocasionalmente.
Durante os anos que passou sozinha Cara aproveitou para conhecer cada canto do mundo e ficou com alguns homens, mas nunca mais do que três meses. Depois da sua primeira experiência deixou de acreditar no amor, que para ela não era mais que uma ilusão criada pelos humanos, e por isso não ficava com um homem tempo suficiente para se apaixonar.
Cansada de viajar sem rumo ela procurou um trabalho no mundo dos sobrenaturais e quando chegou à Ilha de São Clemente os vampyros do Alto-Conselho, impressionados com a sua experiência de vida e com a sua sabedoria acerca dos mais variados assuntos, pediram-lhe que ficasse como membro do Conselho de Nyx. Cara acabou por aceitar.
No entanto, ao longo dos anos, foi-se cansando da sua vida monótona como vampyra e das regras e restrições que ser vampyra lhe trazia. A sua sede de poder cresceu e Cara começou a pensar nas suas outras opções… A verdade é que ao longo dos anos ela perdeu a credibilidade que tinha em Nyx e nos seus valores e deixou de respeitar muitas das regras que o Alto-Conselho lhe impingia, em parte influenciada pela raiva que sentia dos humanos causada pelo seu antigo marido.
No entanto, sabe ser discreta e ninguém tem conhecimento das suas dúvidas acerca do caminho da Deusa ser a escolha acertada.

_________________


Do you really want me dead?
Or alive to torture for my sins?

StreetStyle:

Cara Saroyan
Membros do Alto-Conselho Azuis
Membros do Alto-Conselho Azuis

Mensagens : 47
Data de inscrição : 09/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Cara Saroyan

Mensagem por Jade Williams em Dom Dez 11, 2011 2:47 pm

Aprovado.

Jade Williams

Mensagens : 1073
Data de inscrição : 21/10/2010
Idade : 26

DADOS PESSOAIS:
Dons, Poderes, Afinidades:
Estado Civil:
Emprego:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum